Buscar

Prefeitura, Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo e artista plástico Bieto...

Prefeitura, Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo e artista plástico Bieto firmam parceria para alertar sobre a importância de cuidar da Saúde Mental


crédito imagem: www.capital.sp.gov.br/


Cada vez mais, estudos apontam os benefícios da arte, em suas diferentes manifestações, para o bem-estar físico, mental e emocional. E foi com esse olhar para os efeitos benéficos dessa prática que o diretor do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - IPq/HCFMUSP, Wagner Gattaz, convidou o artista plástico Bieto e o psiquiatra Arthur Guerra, coordenador técnico do Programa Redenção da Prefeitura Municipal de São Paulo, para juntos desenvolverem ações neste Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio.


“Além de ser um momento de conscientização quanto a um tema tão importante, o Setembro Amarelo é uma excelente oportunidade para falar e agir em prol da saúde mental, fundamental para o bem-estar e a qualidade de vida”,

explica Guerra. Na próxima segunda-feira (27), às 18h, ele, Bieto, Cláudia Ruggiero Longhi, (diretora da Divisão de Saúde Mental da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo); e Carmen Santana (psiquiatra e arteterapeuta; uma das coordenadoras do ambulatório A Cor da Rua, do IPq/Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, que desenvolve projetos de saúde mental e acolhimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social) participam do evento on-line “Arte e Saúde Mental”, onde detalharão o assunto.


Ainda como parte das ações, Bieto pintou um mural em um dos corredores do Instituto e, nesta sexta-feira (24), está trabahando na fachada do Serviço Integrado de Acolhida Terapêutica (SIAT) Armênia (Rua Porto Seguro, 281, Armênia), do Programa Redenção. A iniciativa oferece tratamento e ações integradas de saúde e assistência social a pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social que fazem uso abusivo de álcool e outras drogas no Município.

"O convite de pintar no IPq e nas unidades do Programa Redenção chegou como uma oportunidade de consolidar as relações com os profissionais dessas instituições e me potencializar para seguir criando a partir delas”, conta Bieto. “Espero que minhas obras, os movimentos e as cores possam ser parte de uma criação conjunta também a partir do olhar das pessoas que frequentam esses lugares”, disse.

Na Prefeitura, a parceria com o artista plástico tem previstas também ações em outros dois equipamentos do Programa Redenção. A conversa on-line estará disponível também a partir do dia 28 no Canal do Youtube do Programa Redenção.

Serviço:

Live “Arte e Saúde Mental” – dia 27/09/21 – 18:00

Convidados: Carmen Santana e Claudia Ruggiero Longhi

Mediação: Arthur Guerra

Link: https://www.instagram.com/bieto/


39 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Além da altíssima incidência de câncer de mama no mundo ( 2,3 milhões de casos novos – 24,5% dos casos novos por câncer em mulheres estimados em 2020 (1), ele é também a causa mais freqüente de mort