Buscar

"Janeiro seco": o desafio de 31 dias sem consumir bebidas alcoólicas

No Reino Unido e nos Estados Unidos, janeiro é marcado pelo movimento “Dry January”, em que é incentivado o não consumo de álcool durante todo o mês, em prol de uma melhoria no bem-estar.


Por Julia Storch

Publicado em: 04/01/2022 às 15h12Alterado em: 04/01/2022 às 15h38

Fonte: Exame

Imagem: (Peter Cade/Getty Images)



Para muitas pessoas o início de um novo ano é marcado por metas e planos. Praticar mais exercícios e ter uma dieta mais saudável são algumas das preocupações com a saúde que chegam com o ano novo. No Reino Unido e nos Estados Unidos, janeiro é marcado pelo movimento “Dry January”, em que é incentivado o não consumo de bebidas alcoólicas durante todo o mês, em prol de uma melhoria no bem-estar.



Desde o início da pandemia, em março de 2020, o aumento do consumo de bebidas alcóolicas aumentou em todo o mundo. Nos Estados Unidos, segundo a pesquisa publicada pelo International Journal of Environmental Research and Public Health, durante 30 dias, os 832 participantes relataram beber álcool em 12,2 dias e consumir quase 27 bebidas alcoólicas durante o período.


No mundo, segundo relatório da OMS de 2018, 55,5% da população maior de 15 anos já consumiu algum tipo de bebida alcóolica, no Brasil, este valor representa 78,6%. Além disso, 40,3% da mostra declarou consumir álcool no período.

Lançado em 2013, o desafio "Dry January" aconteceu oficialmente dois anos após a iniciativa da britânica Emily Robinson de inscrever para sua primeira meia maratona. A corrida aconteceria em fevereiro, e para facilitar o treinamento, ela decidiu desistir das bebidas alcoólicas em janeiro. Os efeitos foram positivos, Robinson perdeu peso, dormiu melhor e sentiu maior energia para correr.

Em 2012, Emily decidiu cortar o consumo de álcool novamente em janeiro e começou a trabalhar na organização Alcohol Change UK. Em 2013 o projeto “Dry January” foi lançado oficialmente com 4.000 participantes. Em 2021, mais de 130.000 pessoas se inscreveram para iniciativa.

Ainda que o consumo de bebidas alcoólicas tenha aumentado ao longo dos últimos dois anos, o projeto “Dry January” tem efeitos no longo prazo.

Segundo uma pesquisa encomendada pelo instituto britânico, após o término da campanha, sete entre dez pessoas diminuíram o consumo de bebidas alcoólicas, e

“quase um quarto das pessoas que bebiam em níveis ‘prejudiciais’ antes da campanha está agora na categoria de baixo risco”.

Após o consumo, o álcool pode ficar por até 72 horas na corrente sanguínea. “Não é de um dia para o outro que o organismo fica limpo”, comenta Luanna Caramalac Munaro, nutricionista funcional integrativa.

Segundo Munaro, o corte no consumo de bebidas alcoólicas traz benefícios como a melhora na função hepática, na microbiota intestinal, com reparação do intestino, e na disposição física e mental, com uma melhora na qualidade do sono e na imunidade.

“Por ser uma substância inflamatória, a interrupção do consumo também é notada na estética, com a melhora da celulite, a diminuição da retenção hídrica, perda de gordura e uma pele mais saudável”, explica.

Para dar uma força aos que planejam ficar 31 sóbrios, o governo britânico lançou o aplicativo Try Dry, que auxilia no monitoramento do consumo de álcool, a definir metas pessoais, além de oferecer informações, como calorias e dinheiro economizado por não beber.

Trocas por drinques não alcoólicos são uma recomendação de Munaro, que listou três receitas. Confira.


Moscow Mule sem álcool


Moscow Mule sem álcool (Yulia-Images/Getty Images)


Ingredientes: Suco de limão taiti Suco de maracujá Ginger Ale Espuma cítrica de gengibre

Modo de preparo: Em uma coqueteleira com gelo, coloque os ingredientes líquidos e bata. Coe a mistura em uma caneca de cobre. Finalize com a espuma de gengibre.

Refresh Drink

Ingredientes: 50 ml de suco da fruta Água gaseificada Gelo Folhas de hortelã

Modo de preparo: Escolha um copo alto. Coloque a dose do suco e o gelo. Complete com a água gaseificada e misture bem.

Antiox Drink

Ingredientes: 50 ml de suco de morango 25 ml de creme de leite fresco Gelo

Modo de preparo: Bata todos os ingredientes em uma coqueteleira e sirva em um copo no estilo long drink. Vale decorar com um morango na borda.

125 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Além da altíssima incidência de câncer de mama no mundo ( 2,3 milhões de casos novos – 24,5% dos casos novos por câncer em mulheres estimados em 2020 (1), ele é também a causa mais freqüente de mort